sábado, 30 de julho de 2011

Doenças das Roseiras



Pinta preta das roseiras:
Pinta Preta das Roseiras
Doença comum nas roseiras, causada pelo fungo Diplocarpon rosae, que causa manchas nas folhas, e é disseminada com alta umidade e temperatura amena.
Controle: deve ser evitado irrigações que molham as folhas, aumentando a umidade, evitar plantios muito adensados, realizar podas de limpeza aumentando assim a circulação de ar. Para controle químico podem ser utilizados fungicidas agroecológicos ou fungicidas preventivos e manter uma boa nutrição da planta.

Míldio 
Míldio em roseira


 Doença importante no cultivo de rosas, causada pelo fungo peronospora sparsa, que desenvolve com quedas bruscas de temperatura e alta umidade, causa manchas irregulares que com o desenvolvimento da doença ocasiona a perda da folha.
Controle: O controle deve ser preventivo, com o aumento da circulação de ar, manter a umidade a baixo de 85% e utilizar fungicidas preventivos.

Ferrugem das roseiras
Doença causada pelo fungo Phragmidium rosae, que infecta a parte inferior da folha e hastes, prejudicando o desenvolvimento e perda de valor comercial das rosas.
Controle: utilização de variedades resistentes, eliminar partes infectadas e utilizar fungicidas registrados.


Oídio:
Oídio
 Doença ocasionada por fungos (Oidium leucoconium e Sphaerotheca pannosa), que é disseminada pelo vento, e se dissemina independentemente da umidade, desenvolve manchas circulares pulverulentas de cor branca, se dissemina por toda a área foliar causando queima na área atacada, causando perda da área atacada.
Controle: utilização de variedades resistentes, poda da área atacada, pulverizações preventivas com fungicidas agroecológicos – Pulverizações semanais com solução com mistura de 10% de leite cru (recomendação da EMBRAPA) ou uso preventivo de fungicidas sistêmicos.

Cancro da Haste
Cancro da Haste em roseira
 Doença causada pelo fungo Coniothyrium fuckellii , doença que ataca apenas as hastes, iniciando com manchas púrpuras, evoluindo para necrose e rachaduras na haste, evoluindo até a morte da planta.
Controle: não existem fungicidas registrados para o controle desse fungo, por isso é recomendado a eliminação da planta, com corte e queima da planta.

Seca dos Ramos
Doença causada pelo fungo Phomopsis rosae, que se aproveita dos cortes de podas para entrar na planta e causa seca dos ramos podados.
Controle: fazer a prevenção mergulhando as ferramentas de podas em soluções com hipoclorito de sódio (água sanitária), impedindo a disseminação do fungo, arrancar e queimar as plantas infectadas.

Larva Minadora:
Minadora
Larva do mosquito Liriomyza, que se desenvolve se alimentando da folha da roseira, abrindo túneis, causando perda da área foliar.
Controle: pulverização de inseticidas registrados ou inoculação de inimigos naturais, como é o caso do Diglyphus isaea.

Tripes:
Inseto minúsculo de várias cores e formatos diferentes, que raspam as folhas, hastes e flores causando deformação e inoculando vários tipos de vírus, que causam mutações e ou prejudicam o desenvolvimento da planta.
Controle: Existem vários tipos de insetos e ácaros disponíveis no mercado para o controle biológico dessa praga, podem ser utilizados também inseticidas registrados.

Pulgões
Afídeos sugadores de várias cores que sugam a seiva das plantas, causando deformações e eliminando substancias adocicadas que facilitam o desenvolvimento de fungos.
Controle: pulverização com inseticidas ou utilização de inimigos naturais.

Ácaros:
Minúsculos aracnídeos quase invisíveis a olho nu, que podem causar desde deformações nas inflorescências até deformações e ou manchas nas folhas, pode ser identificada por formações de pequenas teias na parte inferior da folha. Em períodos secos e quentes aumenta a disseminação dessa praga.
Controle: Utilização de acaricida registrado para cada tipo de ácaro identificado.

Lagarta:
Existem vários tipos de lagartas que atam as roseiras, comem o limbo foliar, diminuindo a fotossíntese.
Controle: em pequenos jardins podem ser recolhidas manualmente e mortas, para grandes áreas podem ser controladas com fungos de controle (Dipel – produto comercial) ou com inseticidas registrados ou agroecológicos.


Cigarrinhas:
Insetos voadores de várias formas, inclusive em formato de espinhos, algumas espécies formam espumas em suas ovulações que sugam as hastes da roseira inoculando viroses.
Controle: utilização de inseticidas registrados ou agroecológicos.

Obs: Uma planta bem nutrida tem menos problemas com pragas e doenças, por isso
Veja também: Como adubar sua roseira




37 comentários:

  1. -Achei muito legal esse site, fiquei sabendo de muitas coisas q eu não sabia, na minha roseira tinha algumas dessas cigarrinhas, eu achei uma em forma de espinho, mas não sabia o que jogar na roseira pra isso sumir, pulgões tava lotado, mas eu jogava detergente não dava nenhum problema nela. "Será que se eu continuar jogando irá dá algum tipo de fungo??"

    ResponderExcluir
  2. OLÁ,
    Não, o sabão não causará fungo, mas queimará a folha da planta se exposta ao sol.
    Você pode tentar utilizar caldas inseticidas, como a do Fumo ou adquirir inseticidas á base d'água vendidos em super mercados.

    Obrigado pelo comentário.

    ResponderExcluir
  3. Muito legal as dicas. Gostaria de saber se posso aplicar o inseticida a base de água para acabar com a pinta preta, o oídio e a ferrugem que estão atacando a minha roseira, principalmente agora que é época das chuvas, e a umidade almentou.
    abraços,
    Alexandre
    adcferraz@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Alexandre,
    o Inseticida não resolverá qualquer problema que vc possa ter com Pinta Preta, Oídio e Ferrugem, já que essas doenças são Fúngicas, e para seu controle é recomendada a aplicação de Fungicida, nesse caso, vc pode aplicar Calda Bordalesa (http://www.cpao.embrapa.br/publicacoes/online/zip/FOL200837.pdf)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Penso que a minha roseira tem cancro da haste, mas custa-me ter de a eliminar. Alguém sabe de outro modo para acabar com a doença, mas mesmo assim conseguir salvar a planta?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Você pode tentar eliminar apenas as partes infectadas, talvez a planta se recupere, mas isso só se você tiver poucas plantas.

      Excluir
  6. presciso de um fungisida para minhas rosas que estao com manchas pretas .qual teria que comprar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Se uma boa adubação e o corte da água na folha não resolver, procure aplicar um fungicida de baixa toxidade, como a Calda Bordalesa, no vídeo á baixo você encontra uma ótima explicação de como fazer e usar.
      Os produtos necessários você encontra em casas agropecuárias.

      Video: http://www.youtube.com/watch?v=_QkJTdcDYRk

      Excluir
  7. Olá boa tarde.

    No desenho em cima fala do broto da raiz, mas depois não explica mais nada...
    Tenho algumas das minhas roseiras com uns ramos diferentes que nasceram ao lado da aste principal, não param de crescer e eu não sei se os corte ou o que devo fazer? Não dão rosas e têm folhas mais pequenas e diferentes parece-me mesmo o que está no desenho designado por broto das raizes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      No desenho, o broto da raiz nada mais é que um broto ladrão, ele é um galho tenro e mole, que puxa toda a força da planta. ele deve ser eliminado, para isso basta retirar a terra ao redor do galho até encontrar o local de onde ele sai e cortá-lo. O galho após cortado, pode ser cortado em pedaços de 20 cm, e enterrados 2/3, eles podem dar origem a novas plantas.
      Espero ter ajudado.

      Excluir
    2. Realmente aquelas que estavam com este problema estavam a ficar mais fracas...
      Ajudou bastante.
      Obrigada

      Excluir
  8. Minha roseira ta com uns calombos (nós) tentei achar algo a respeito para mim, mais não consegui nada a respeito.
    Gostaria de saber se estes nós (calombos)prejudicam o crescimento, pois a roseira deve ter uns 8 anos porai e pelo aspecto parece que ta enforcando os talos apos o nó (calombo), resposta para neuzani@pop.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pela descrição que você deu, parece ser uma doença chamada de "Galha de Coroa", doença causada por uma bactéria (Agrobacterium tumefaciens) que causa o crescimento desordenado de celular, causando as calosidades (os nós ou calombos). as plantas jovens podem ser infectadas e mortas por esta doença. O melhor a fazer se for uma grande quantidade de plantas é arrancar as doentes, caso seja apenas um, você pode tentar cortar as partes deformadas. Espero ter ajudado, segue um link com um ótimo site que da detalhes da doença.
      http://sustentavel.wix.com/floredee#!__entenda-os-problemas

      Excluir
  9. Minha roseira está com bichos verdes(são bem pequenos e molinhos), e estão em baixo das folhas e no botão, o que posso fazer. Uma roseira já morreu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, pelo que você disse, seu problema são os Pulgões, eles estão descritos ai em cima. Para controle você pode utilizar inseticidas (Químicos ou naturais) uma dica é utilizar a receita de Calda de Fumo, está descrita no arquivo da EMBRAPA no link a baixo. espero ter ajudado!

      http://docsagencia.cnptia.embrapa.br/agriculturaMeioAmbiente/CONTROLE_BIOLOGICO_DE_PRAGAS.pdf

      Excluir
  10. Olá!
    Gostei muito da sua informação sobre os males que afetam as roseiras e todas as explicações. Os meus parabéns!
    Eu tenho um problema estranho na folhagem quase toda de uma das minhas roseiras e não encontro nem praga, nem doença nela e nem uma solução. Poderia ajudar-me por favor, se estiver ao seu alcance?
    O problema dela é que as folhas quase todas mesmo estão enroladas de fora para dentro e as mesmas não tem o brilho do costume aparentam alguma "secura" na folha e castanha nas pontas.
    Muito grata desde já pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anne,
      Obrigado pelos elogios!
      Por sua descrição, não identifiquei um problema único, talvez você possua vários problemas em sua roseira, pensei que talvez pudesse ser um ataque de ácaro, talvez suas plantas possam estar também em stress hídrico, com pouca água no solo.
      Se for ácaro, você pode utilizar produtos alternativos, como a aplicação de Soro de leite, aplicado nas horas mais frescas ou procurar um profissional que te recomendará um acaricida específico para seu problema. Se tiver como você enviar uma fotografia do problema, talvez possa identificar melhor quais problemas sua roseira possui.

      Excluir
    2. Olá Carvalho Costa
      Obrigada pela atenção!
      A minha roseira continua na mesma situação. Para que consiga perceber um pouco melhor envio uma foto no link abaixo:
      http://www.servimg.com/image_preview.php?i=12&u=11240972

      Os meus sinceros agradecimentos*

      Excluir
    3. Olá Anne,
      Melhorou muito, a fotografia deu uma ideia melhor do que possa ser.
      Pelo que vi, seu problema é o Ácaro, possivelmente o Branco. Pode ser percebido pela teia branca (tipo de aranha) dentro da folha fechada. Como você pode ver, o ataque de ácaros pode queimar as beiradas das folhas.
      No site http://www.honolulurosesociety.org/pests.html você pode ver, onde diz "Spider mites", que mostra uma fotografia com os sintomas de requeima, e a baixo as pequenas teias, só que no caule.
      O controle do ácaro poderá ser feito molhando as folhas e pulverizando nas horas mais frescas do dia soro de leite. Com a chegada das chuvas, o ácaro não sobreviverá ás chuvas, mas a planta não recuperará das sequelas, até que troque as folhas danificadas.
      Espero ter ajudado.

      Excluir
  11. Olá, tenho 1 roseira mini que foi podada em julho e ficou linda, deu rosinhas inclusive, mas depois da floração parece que as folhas foram cobertas por uma camada gordurosa que pegou inclusive no vaso, secando as folhas. Tirei as rosinhas secas e estou mantendo a terra úmida e vê-se que está brotando onde cortei as flores, mas quase perdi a planta, alguns galhos morreram mesmo. Vc sabe me dizer o que pode ser? Não é o ambiente, pq tenho outras plantas próximas, inclusive uma orquídea que está linda, o problema é só na roseira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pepita...
      Nunca vi uma doença assim como vc está falando, você pensou na possibilidade de alguma substância oleosa ter sido pulverizada na planta? Qualquer substancia oleosa pode matar a planta, impedindo as folhas de respirar e queimando ao sol. Sinto, mas não conheço nada como descrito.
      Quanto á recuperação, o ideal é retirar todas as partes mortas e manter o solo úmido até que ela se recupere. Uma adubação orgânica com esterco CURTIDO seria muito bom também.
      Sinto não poder ajudar, e obrigado pelo comentário.

      Excluir
  12. Olá...

    Minhas roseiras estão ficando com as folhas enrugadas e os botões quando surgem, ainda pequenos, ja começam a ficar deficientes, parecem meio roidos por alguma coisa. Quando adultas, as rosas saem fracas, pequenas e imperfeitas...
    Será que Diazenon é uma boa ideia pra esse caso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Pelo que você disse, seu problema pode ser um ataque de Tripes, ^ talvez o Diazinon resolva, apesar de não ter registro, caso você vá comprar algum inseticida, adquira um com registro.
      Caso não dê certo, faça uma adubação orgânica caprichada e molhe bem as folhas que o problema diminui...
      Espero ter ajudado...
      Obrigado pelo comentário!

      Excluir
  13. Li as perguntas e respostas e achei muito interessante, mas estou com problemas nas roseiras, quando aparece novos botoes, aparecem pequenas abelhinhas negras, em grande quantidade, que estragam roendo e danificando os novos botões, o que faço para combate las, sem danificar os novos botoes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, as abelhas que estão aparecendo, certamente são as Abelhas Arapuá, ( http://jornalagricola.files.wordpress.com/2013/03/abelha-arapuc3a1.jpg?w=535 ) Estas abelhas roem as novas brotações, e quando a folha cresce, ela se enrrola. A única forma de ficar livre delas por um tempo é aplicar um repelente, como macerado de folhas de NIM Indiano, ou outro produto natural. Qualquer tentativa de uso de Inseticida além de ser pouco saudável, não controla o ataque, visto que assim que nascer novas folhas e botões (sem inseticia) elas voltarão a atacar.

      Excluir
  14. ola gostei destas dicas e vou aplicar obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário...
      Caso queiram ver alguma nova postagem, com um tema específico, estamos abertos a sugestões.

      Excluir
  15. Bom dia, minha roseira está com pinta preta. Teria alguma solução caseira para eliminar o problema? Preciso cortar as folhas doentes? Elas ficam em vaso. Muito obrigada pelas dicas. abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rita,
      A pinta preta é a doença mais comum em roseiras, você deve realizar uma poda nas suas roseiras, e depois pulverizar uma Calda Bordaleza.
      Para melhorar a condição nutricional de sua planta, é ideal que você acrescente esterco de galinha ou bovino, isso ajudará a reduzir a incidência de doenças.
      Se você não conseguir o esterco, pode adubar com Bocashi (Assunto abordado em um post anterior)
      Boa sorte com suas roseiras!

      Excluir
  16. estou mt triste pelas minhs roseiras q apresentam cancro e ñ tenho coragem de elimina-las. são mts...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hummm Lamento, no caso de plantio de outras roseiras, você deve mudar de lugar ou dar uns 2 anos sem roseiras antes de plantar no mesmo lugar!
      Boa sorte!

      Excluir
  17. olá, minha roseira está ficando sem folhas, estão todas caindo ao logo dela, ficam pretas e caem, o que posso fazer para curá-las?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá alexandra,
      depende da doença que acomete sua planta, você deve identificar qual é a doença ou praga que está causando o problema, para assim tomar a decisão do que fará para controlá-la.
      Se você quiser enviar uma foto, posso tentar identificar o problema e te orientar como agir.
      Obrigado pelo comentário.

      Excluir
  18. Boa tarde!Tenho rosas brancas que este ano deu imensas e muito graúdas ,mas a maioria não abriu porque alguma coisa as furou ,como se fossem ´´brocas`` e apodreciam de dentro para fora.Saberia dizer o que aconteceu e como evitar isto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria Rosa,
      Desculpe, mas nunca ouvi falar nessa "broca".
      Você já viu o que causa? é uma broca (lagarta)? um besouro? uma mosca?
      Se identificar, fica mais fácil de buscar um controle.

      Excluir
  19. Ola, se puder ajudar, ficaria muito grata. Tenho uma roseira que foi podada, e o vaso fica ao lado de um orquidario. Ela já desenvolveu bastante depois da poda, e derepente as folhas superiores começaram a secar. A impressão que se tem é que esta faltando agua...mas depois ve-se que as folhas continuam secando. Voce sabe me falar o motivo..aparentemente são existe nada diferente na planta. Rogéria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rogéria, se puder enviar uma fotografia, talvez ajude, mas só falando, não imagino o que possa ser. Sinto não poder ajudar.

      Excluir